CONET abre sua edição semestral no Maranhão para ouvir as reivindicações e debater as pautas do setor de transporte de carga

Em um auditório lotado na capital do Maranhão, foi aberto o Conselho Nacional de Estudos em Transporte, Custos, Tarifas e Mercado (CONET), realizado a cada seis meses pela Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística).

O CONET&Intersindical edição São Luís/MA tem como entidade anfitriã, o Sindicato das Empresas do Transporte de Carga e Logística do Estado do Maranhão (SETCEMA). Antônio Marcos Oliveira, presidente do Sindicato, destacou a necessidade de conciliar as ideias para o desenvolvimento do país. “Com certeza, sairemos daqui firmes com nosso importante papel como categoria do transporte de cargas no Brasil. Estamos cientes que há entraves e gargalos que temos que enfrentar dia após dia em nosso seguimento, mas não devemos e nem podemos nos acomodar”.

José Hélio Fernandes, presidente da NTC, ao abrir o encontro, lembrou a importância do momento para o Brasil e para o setor do transporte rodoviário de cargas e destacou a necessidade de receber as reivindicações dos empresários, para um melhor posicionamento em defesa das empresas e da entidade. “O CONET é importante porque temos participantes de diversas regiões do país e por aqui passa tudo o que impacta o setor na busca de soluções para os problemas atuais”, ressaltou José Hélio. O presidente da NTC destacou que um dos temas a ser debatido, durante o encontro, será o Piso Mínimo de Fretes. José Hélio anunciou, ainda, a data da realização do próximo Seminário Brasileiro do Transporte Rodoviário de Cargas, na Câmara dos Deputados em Brasília, no dia 20 de maio de 2020, quando completará duas décadas.

Vander Costa, presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT), parabenizou a atual gestão da NTC pela iniciativa de reviver o CONET e manter a casa cheia, com a representação de lideranças nacionais. “Os empresários do transporte de cargas estão aqui para trocar experiências, trazer as angústias e as reivindicações. Nós, como líderes em Brasília, estamos aqui para ouvir e dar informação do que está sendo feito”. A CNT tem acompanhado de perto e participado dos estudos para os projetos de desburocratização a serem implantados pelo Executivo.

Clóvis Nogueira Bezerra, presidente da Federação das Empresas de Transporte de Cargas e Logística do Nordeste (FETRANSLOG/NE) acredita que o CONET é uma oportunidade de aproximar as entidades em torno dos assuntos que estão na pauta nacional. “Vamos fazer o melhor para que o Nordeste possa trazer a união de todos os estados do Brasil na Federação”, concluiu.

A secretária do CONET e assessora jurídica da NTC, Gildete Menezes, dividiu com os participantes o Relatório de Providências do CONET/2019, realizado em fevereiro em João Pessoa (PB).

O Índice Nacional de Custos do Transportes (Índice de Variação do INCT) foi apresentado pelo engenheiro Lauro Valdívia, assessor técnico da NTC&Logística em plenária e a Pesquisa sobre Defasagem dos Fretes e Tendências, apresentada pela NTC em conjunto com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

O Piso Mínimo de Frete foi o assunto do professor José Vicente Caixeta Filho, coordenador Geral do ESALQ-LOG, responsável pela elaboração das regras gerais, metodologia e coeficientes dos pisos mínimos.

Roberto Nogueira trouxe para as discussões o tema A influência da Carga Tributária no Mercado de Transportes; em seguida, Liliana Jacomino falou sobre O Cenário Macroeconômico do Brasil – Análise e Perspectivas. Os palestrantes são respectivamente advogado e diretora da Lifetime/XP Investimentos.

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo