Fetransul participa da 32ª Reunião do Fórum TRC

O Ministério da Infraestrutura sediou em 12 de junho a 32ª Reunião do Fórum do TRC. Os trabalhos foram coordenados pelo secretário nacional de Transportes Terrestres do Ministério de Infraestrutura, Jamil Wegid Júnior e pelo diretor de Planejamento da Secretaria Nacional de Transportes, Marcelo Costa.

Este Fórum tem como objetivo discutir legislação, resoluções, fiscalizações do TRC, de modo a contribuir para reduzir a burocracia, simplificando as atividades e reduzindo custos. Coordenado pelo Ministério da Infraestrutura e com participações da ANTT, DENATRAN e de outros órgãos e entidades vinculadas às atividades do setor de transportes, o encontro teve como pauta as AETs, linhas de crédito para motoristas autônomos e os pontos de paradas e descanso.

A FETRANSUL, representada por seu diretor executivo Gilberto Rodrigues, defendeu a tese de que o fornecimento das AETs deveria se limitar ao transporte de cargas indivisíveis, com excedente de peso e dimensões, dispensando estas autorizações para os bitrens e rodo trens, implementos produzidos em larga escala que deixaram de ser exceção no transporte de grandes volumes de cargas em nosso país. A restrição de trânsito destas composições continuariam a existir em horários e em rodovias que não possuem dimensões, pontes e obras de arte dimensionadas para estes veículos, devido ao seu tamanho e peso. A justificativa está no fato de que se trata apenas de uma exigência que gera custos e perda de tempo desnecessários, uma vez que estes veículos acabam sempre obtendo as licenças e suas renovações, já que são equipamentos homologados e transitam normalmente  no transporte de safras e/ou grandes massas. “É importante salientar que as restrições de circulação continuarão a existir, bem como a fiscalização, uma vez que a autoridade de trânsito pode sinalizar nas rodovias a restrição de tráfego para estas composições, da mesma forma que sinaliza e fiscaliza  o limite de velocidade” acrescentou Rodrigues.

O vice-presidente da CNT, Flávio Benatti, presente à reunião, defendeu o setor empresarial de ataques de lideranças dos autônomos que fazem afirmações que denigrem a imagem das empresas de transporte de forma genérica e irresponsável. A reunião contou ainda com a participação de Pedro Lopes, presidente da ABTC e de lideranças dos transportadores autônomos. 

Topo